11/24/2009

Receita Cristã para esquecer alguém em 33 passos.

Para Martha Medeiros

1-Lacrar fotos e objetos-lembrança numa caixa vedada de luz e frescor.
2- Usar óculos escuros ao luar para esconder o inchaço dos olhos e acostumar com a sombra e a escuridão.
3-Ligar para amigos que você nunca pôde convidar para um café, devido ao fluxo de responsabilidades demasiadas durante o casamento e ou namoro.
4- Fingir que é forte.E que nunca mais pretende dedicar seu amor a alguém.
5-Entrar para um coletivo de artistas loucos e afetivos (sim, artistas afetivos adoram a companhia de alguém que está sensível e fazem festa e churrasco aos domingos , segundas e feriados). Amigos artistas também fazem de uma caixa d água velha, a piscina do verão. Se você quiser pode ser a musa teen.
6- Ter uma pessoa confiável para visitar nas madrugadas frias de insônia e solidão.
7-Chorar sempre, principalmente para arrancar abraços fervorosos de desconhecidos.
8- Sair caminhando sem rumo e lembrar que caminhar sozinho é como viver sozinho:você escolhe para onde e porque vai parar e sentir.
9- Aproveitar a liberdade da casa para acender todas as luzes na madrugada de insônia.
10-Não atender o telefone da pessoa ex de maneira alguma.
11-Esquecer jantares a dois, cama quente a noite, conversas silenciosas e gruídos em baixo da mesa de visitas.
12-Chorar escondido.
13-Agradecer a todos que conseguem distraí-lo por alguns instantes e abstrair os pensamentos horríveis, a imensa sensação de rachadura latente na alma.
14-Jogar na privada os óleos eróticos e os essenciais de massagem.
15-Não comprar vinho do Vale dos Vinhedos nem da Argentina.
16- Esconder as revistas em quadrinhos e os desenhos animados ridos a dois.
17-Tampar as panelas, sempre depois de almoçar.
18-Escrever sem destinatário as piores coisas que você sente, guardar em uma gaveta mórbida.
19-Esquecer os escapamentos os acampamentos e os enquadramentos da paisagem vista a quatro olhos.
20- Não voltar a lugares especiais vividos a dois.
21- Tentar viajar para um lugar onde você seja um completo desconhecido.
22- Controlar a compulsão
23- Evitar os destilados, para que, por outro lado o sentimento não se derrame e manche a vida e suas novas portas reluzentes.Não dar vexame, nem chorar sobre mesas de bares. Mesas são para dançar.
24- Ter um amigo que se possa beijar na boca.
25-Esbranquiçar o rosto e a cor da pele um dia amada da memória.
26- Enterrar as flores mortas.
27-Galopar sobre as cinzas
28-Escrever para desaguar a dor, principalmente se as pessoas não o agüentarem mais falar.
29-Deletar as fotos.
30- Desligar as músicas que ficaram no HD.
31-Ensaiar o Adeus no espelho
32-Nunca mais olhar para trás.
33-Não chorar quando chegar ao fim deste texto.

3 comentários:

pati e bia disse...

Adoro teus escritos neguinha!Tem um espaco cultural aqui em Poa te esperando...
; )
beijo grande
saudade

Ariadne Velasco disse...

adorei teu blog!
cheio de fotos, igualzinho o meu
bjus

:*

Anônimo disse...

Ler tuas palavras foi algo muito bonito; vivo uma situação semelhante. esfaqueio-me constantemente, mas a sombra ainda resiste e se esquiva de minhas investidas. será por quê ainda resta uma nova janela que convida minhas mortas mãos a contemplar uma nova paisagem?