8/15/2011

Sol*



Assim que a neblina
dissipa as nuvens do meu rosto
e tudo parece desmoronar

Quando eu quero correr
pra um lugar que nunca existiu

Você me pega pelo braço
me abraça e diz:

Boa noite Sol.


*Para Caio

2 comentários:

Olliver Brasil disse...

Ryana Gabech é setaque no nosso blog
confira: http://olliverbrasil.blogspot.com/p/fuxico-de-matuto.html

Luz Chaves disse...

Ele merece!!!
Saudade mordida, na espera da visita, dos 2 ;)
Bjs