2/18/2008

Pandora e a caixa de cordas


Que tudo se aquiete

que se abra o violão
e saia a bailarina
e seus pés de asas

que ruflem na caixa
de música

que a madeira do violão
se abra
e vire um barco
no meio do mar

que a dança das luzes
na água

que a dança das folhas
que as formigas carregam

que a dança da sua voz

tornem taciturno todo o caos
por um instante

que a bailarina Pandora
tire da caixa
de cordas

os desatares
a última
réstia de estrela

que a madeira bailarina
do violão

dance no mar

4 comentários:

Sonéia disse...

Que massa ryana
muito bom

alex nascimento

Regina disse...

Tá lindo, guria!
bj

Guilherme Meneghelli disse...

Oi Ryana, que maravilha hein!
"Um espaço duas casas, dois espaços duas casas…"

VIVA!!!

Seguinte, não tenho seu e-mail, poderias me mandar um e-mail: guilherme.meneghelli@gmail.com?

Segue o link do convite do lançamento na Quinta aí: www.chilicom.net/clientes/lair/convite-asas-2008.jpg

Desculpe, não lembro o nome do seu amigo, queria passar o contato de uma gráfica super bacana que trabalhamos, para cotar a impressão do seu livro. Por isso o e-mail.

Abraço de S.

Estúdio Realidade disse...

Oi, Ryana,
me manda seu e-mail. Estive visitando seu blog. abraço
Rodrigo