4/04/2008

Caixa de abelha para Leandro Fortes e Romy Martinez


Caixa de abelha
dentro do guarda roupa

porta de vidro
e notas traçam
o caminho
entre dois
grudo as mãos
esperando você

o seu sorriso
pode abrir
e aparecer
na janela

caixa branca
e amarelada

fotos dos nossos
dias
balões
estourando
de alegria e cor

as abelhas sobrevoam
o quarto
procuram pousar
entre nós
querem nos unir

ao mel


eu vi duas rainhas
andarem no teu corpo
contaram meu segredo

cantaram a orquestra
alinharam as abelhas

a caixa se abriu

e eu não sei se essa música
que toma o quarto
é um enxame

ou a sua voz

saindo da tampa

pairando

suspiros

3 comentários:

Alex Nascimento disse...

primeiro pensei em sureal
depois eu vi não
era real

Enzo Potel disse...

"querem nos unir

ao mel


eu vi duas rainhas
andarem no teu corpo"

amei!!!

Romy disse...

Mel é algo tão puro, feito com essência de flor. Analogia real, simples como o vôo de uma abelha. É o que a gente sente. Muito bom ter uma amiga poeta, Ryana, você. Beijos!