9/25/2008

Suspiro






Me perdi completamente


desde que nasci

você não está

vendo


mas há um saco de pão

me vedando


escrevo


pra poder me encontrar



dentro de você


(é minha última esperança)

2 comentários:

Enzo Potel disse...

toc toc toc!
ô de casa!

venho comentar o poema e a foto... lindos porque falam de extremos.

Fiz uma leitura que mudou o sentido, uma "estrofização" mental divertida:

Me perdi completamente
desde que nasci.

Você não está vendo mais.

Há um saco de pão
me vedando.

Escrevo pra poder me encontrar.

Dentro de você
minha última esperança.

Enzo Potel disse...

hey, to trabalhando na livraria catarinense de BC e achei lá um livro de um poeta do paraná ou mato grosso acho, o primeiro cara a escrever em portunhol na história desse país!
pela travessa dos editores saiu. chama-se Dá gusto andar desnudo por estas selvas. (sonetos, em geral risonhos sobre política e sociedade brasileira).
se puder, veja. Douglas Diegues.